Sábado, 30 de maio de 2020.


O silĂȘncio de Deus

"Porque necessitais de paciência, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, possais alcançar a promessa." (Hebreus 10.36)

Quantos de nós quando necessitamos de um milagre, ficamos ansiosos para que a providência chegue logo? Mas, o que não atentamos é que tudo o que Deus faz tem um propósito. E isso tem a ver com o tempo que aguardamos o milagre acontecer.

Nesse período de espera, ele fica em silêncio aguardando fazermos a sua vontade. É o tempo do aperfeiçoamento. E esse fazer a sua vontade tem a ver com exercitarmos a nossa fé. Porque o milagre depende disso, do quanto acreditamos em Deus.

Tanto é assim que o escritor de Hebreus lembra: "Ora, sem fé é impossível agradar-lhe, porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que é galardoador dos que o buscam" (Hebreus 11.6).

Então, veja. A palavra está dizendo que Deus é galardoador dos que o buscam. Ou seja, Ele nos recompensa só de buscarmos a sua presença. Imagina, então, o que Ele é capaz de fazer com aqueles que lhe obedecem.

Só que a fé que Deus espera de nós é uma fé genuína, sem interesse pelo que ele pode fazer por nós. O seu desejo é que nós venhamos conhecer a sua essência (o seu amor) para que, ao nos aproximarmos dele, o façamos não pelo milagre que necessitamos, mas, pela beleza da sua santidade que contemplaremos pelos olhos da fé.

Por isso que a paciência é um pré-requisito para alcançarmos a promessa. Quem não tem paciência, não alcança nada de Deus. E o fruto da paciência só nasce na tribulação. Não tem como exercitarmos a paciência a não ser no momento de dificuldade. Veja o que o apóstolo Paulo afirma em Romanos 5.3-4:

"E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações, sabendo que a tribulação produz a paciência; e a paciência, a experiência; e a experiência, a esperança."

É a tribulação que produz a paciência. Nesse processo, adquirimos a experiência que precisamos para saber o que fazer diante das dificuldades. Só após esse caminho é que a esperança será fortalecida e, então, nos tornaremos inabaláveis.

Pois, o que vence o mundo é justamente a nossa fé. Daí a necessidade de a aumentarmos: "Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé. Quem é que vence o mundo, senão aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus?" (1 João 5.4-5).

"Queremos o milagre, instantaneamente. Mas, o que temos feito para merecer? Quais são as nossas credenciais para nos apresentarmos diante de Deus", questiona o Bispo Luciano Nascimento trazendo à reflexão o que diz o livro de Isaías 43.26: "Procura lembrar-me; entremos em juízo juntamente; apresenta as tuas razões, para que te possa justificar."

Então, se você está esperando de Deus um milagre, tenha paciência porque ele está trabalhando. "O que você precisa fazer é semear (acreditar) e regar o milagre com a sua fé que, no momento certo, colherá os mais excelentes frutos", diz o Bispo Luciano.

E o melhor de tudo, faça da tribulação uma oportunidade de conhecer o amor de Deus que excede todo entendimento. Pois, ele se agrada de todos que o buscam de todo o coração.

Categoria artigos, articulista

Maiara Pires

Jornalista, produtora de conteúdos, practitioner em PNL, Life Coach, coautora do livro "Como a PNL mudou minha vida" e autora do blog asabedoriadoalto.blogspot.com 




Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA DO ARTICULISTA