Domingo, 20 de setembro de 2020.


Empreenda de forma segura

Em artigos anteriores já abordei as formas de empreender, que geralmente são duas: por necessidade e por oportunidade. Mas independente da origem da sua atividade empreendedora, se faz necessário buscar a profissionalização da sua atividade. E pensando nisso, vou abordar alguns passos que eu considero importantes e necessários antes de mergulharmos no universo empreendedor.

 

Segundo pesquisas recentes da Global Entrepreneuship Monitor (GEM), em 2020, o Brasil deve atingir o seu maior patamar de novos empreendedores, aproximadamente 25% da população adulta estará envolvida em um novo negócio ou em negócios, com até 3 anos e meio de funcionamento.

 

Observa-se que uma parte significativa de novos negócios estão surgindo em meio a pandemia, impulsionados pela crise em que vivemos. O Brasil é um país com 12,7 milhões de pessoas desempregadas, de acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Continua Mensal (PNAD Continua), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), neste cenário o empreendedorismo se torna uma alternativa viável de renda.

E para ajudar você a começar da maneira correta, vamos abordar alguns passos que devem ser levados em consideração antes de iniciar a sua atividade empreendedora. Veja quais são:

   

1-Escolha o mercado, segmento e nicho de mercado em que deseja atuar:

Antes de definir seu nicho, você precisa saber o mercado e o segmento em que vai atuar. Você deve ir especificando cada vez mais a sua área de atuação, através de pesquisas de mercado, de cliente oculto e de consultas aos clientes. 

Cabe também deixar claro algumas diferenças entre mercado, segmento e nicho. Mercado, é o ambiente macro em que ocorrem as relações comerciais (compra e venda), enquanto um segmento, é um grande grupo de consumidores com características semelhantes, um nicho é um recorte deste grupo. É um mercado menor, cujas necessidades não estão sendo totalmente satisfeitas. Ele seria, assim, um segmento dentro do segmento.

2- Identifique sua aptidão:

Trabalhar com assuntos sobre os quais você entenda mais que o resto das pessoas, fará você se destacar. Dessa forma, seu trabalho vai se tornar mais leve, prazeroso e produtivo. O filósofo Confúcio já dizia: “trabalhe com o que você ama e nunca mais precisará trabalhar na vida”.

Além disso, você terá muito mais autoridade para tomar decisões e para identificar do que seu público precisa, transmitindo a confiança necessária na hora de prospectar e fidelizar um cliente.

 

3. Encontre um problema a ser solucionado

Para que você consiga atingir seu nicho de mercado, é preciso identificar a necessidade de um público específico para o qual poucas ou nenhuma empresa olhou ainda. A partir daí, você deve pensar na solução que poderia apresentar por meio de um produto ou serviço. Por isso, se faz necessário o interesse genuíno pelo problema do cliente, você deve buscar formas de resolver os problemas identificados e será “remunerado”.

 

4. Avalie se sua ideia é economicamente viável

Depois de definir mercado, segmento e nicho, a partir do problema a ser solucionado, é hora de avaliar se essa empresa será economicamente sustentável.

Para isso, você deve observar duas coisas muito importantes: a demanda e a concorrência. Em geral, essas duas grandezas são proporcionais, ou seja, normalmente, quanto maior a demanda, maior a concorrência.

Por isso, você deve encontrar um nicho em que ainda haja uma quantidade considerável de pessoas que comprariam seus produtos ou serviços, mas no qual a concorrência não seja tão grande. Vale ressaltar, que os modelos novos de negócios estão cada vez mais compactos, com espaços físicos reduzidos, equipes enxutas, com muita automação, foco no cliente e suas necessidades, porém, sem perder valor agregado; então você pode buscar a sustentabilidade do seu negócio de forma racional e viável utilizando-se desse novo conceito.

 

5. Faça uma análise da concorrência

Por fim, depois de avaliar todos os pontos anteriores, é hora de olhar para quem já está no mercado e fazer uma análise da concorrência direta e indireta.

Quando falamos de nicho de mercado, tentamos oferecer soluções inovadoras e com muito valor agregado. Então, para saber quem são seus concorrentes não olhe, somente, para quem oferece os mesmos produtos ou serviços que você, mas também, para aquelas empresas que disputam o mesmo público que você quer atingir, porém, com opções diferentes de produtos e serviços.

Lembre-se de ofertar o seu produto ou serviço pelos meios digitais, os novos canais de vendas digitais estão se consagrando como excelentes oportunidades para prospectar e fidelizar clientes em escala, com perfil exigente e que desejam celeridade e praticidade nas suas compras.  Na hora de idealizar novos negócios, pense imediatamente se a ideia de negócio desejada se adequa ao universo digital, se a resposta for não, sugiro repensar a sua ideia de negócios e buscar outra oportunidade.

Categoria artigos, articulista

Marciane Santo

Diretora Técnica do Sebrae no Amapá




Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA DO ARTICULISTA