Abertas as inscrições para projetos de inovação tecnológica

Compartilhe:





A Fundação de Amparo à Pesquisa do Amapá (Fapeap), vinculada à Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia (Setec), lançou a segunda chamada pública do Programa de Inovação com Tecnologia da Informação (Piti).

O objetivo é proporcionar o fomento a projetos na área de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). O Piti estimula iniciativas inovadoras relevantes que proporcionem soluções de baixo custo para a gestão dos serviços públicos no estado do Amapá.

São R$ 50 mil, que financiarão dois projetos tecnológicos com valor individual no teto de R$ 25 mil, cada. O recurso investido é proveniente do edital passado do programa, quando houve a sobra de recurso. As inscrições estão abertas até o dia 13 de dezembro, via protocolo Fapeap.

A Fapeap é a executora do Piti e conta com o apoio do Centro de Gestão da Tecnologia da Informação (Prodap). As instituições contam, também, com a participação, no processo de seleção, do Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Amapá (Iepa).

As duas linhas temáticas são "Como automatizar de forma integrada com os sistemas de informações do governo e disponibilizar para a sociedade dados abertos em padrões reconhecidos por órgãos de controle interno/externo?" e; "Como centralizar em uma plataforma digital todos os eventos do Governo do Estado do Amapá e tornar público o acesso às informações e inscrições para a sociedade".

Todo o processo é composto por 3 etapas. Na primeira, os proponentes deverão apresentar suas ideias de produtos (serviços) ou processos inovadores em um seminário. Na segunda, eles receberão capacitação técnica e empreendedora, e deverão, ao final da etapa, apresentar um projeto da ideia inovadora como protótipo. Na terceira e última, ocorrem os preenchimentos finais de formulários e a assinatura dos termos de compromisso.

De acordo com a diretora-presidente da Fapeap, Mary Guedes, os classificados na primeira etapa receberão capacitação empreendedora. "Durante o período de aprendizagem dos classificados, serão repassados, pelas instituições participantes, conhecimentos detalhados sobre negócios, diretrizes, missão, objetivos, metas e criação de planos de ação. Isso contribuirá para o aperfeiçoamento e desenvolvimento do protótipo dos projetos", explicou a diretora.

Além disso, os participantes também acessarão informações, como plano de negócios, que inclui pesquisa de anterioridade, pesquisa de mercado, definição de clientes e principais fornecedores, concorrentes, pesquisas, marca, preço, praça, produtos, pessoas, promoção, investimento inicial, receita e outros.  

A divulgação do resultado final será em abril de 2020, no site da Fapeap. A previsão é de que até o mês de maio, os projetos entrem na parte de contratação com o serviço público do Amapá. O edital está disponível em www.fapeap.portal.ap.gov.br.

 

Por: Rafael Aleixo

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO