Em teletrabalho desde março, MPF no Amapá doa estoque de café com leite em lata

Compartilhe:





O Ministério Público Federal (MPF) no Amapá doou, nesta segunda (1º), o estoque de café com leite em pó para dois órgãos públicos e duas instituições que acolhem pessoas em vulnerabilidade social. O total de 43 caixas – com 12 latas cada – supriria a demanda da unidade pelo produto no primeiro semestre de 2020. Porém, devido ao trabalho remoto adotado durante a pandemia de covid-19, o produto estava sem previsão de consumo.

As tratativas para doação foram realizadas pela Coordenadoria de Administração. Já a entrega do material ficou a cargo dos servidores da Seção de Logística e da Seção de Segurança Orgânica e Transporte. Foram destinadas 10 caixas à Secretaria Municipal de Assistência Social de Macapá, para distribuição na Casa Abrigo Marluza Araújo - que atende crianças em estado de vulnerabilidade e menores infratores, Centro POP Hotel – local onde pessoas em situação de rua fazem isolamento social, Casa do Bolsa e Call Center, centros de assistência social e Conselhos Tutelares.

Também receberam doações a Secretaria de Estado da Saúde, com destinação de 5 caixas para a UPA Florência Souza, a Casa da Hospitalidade em Santana – 10 caixas - e a Associação Educadora São Francisco de Assis, com a doação de 18 caixas das latas de leite com café. A associação, conhecida como Capuchinhos, oferece café e pão todas as manhãs a pessoas carentes.

Teletrabalho – As atividades presenciais no MPF estão suspensas desde 20 de março quando foi publicada a Portaria nº 69/2020. O documento determinou regime de teletrabalho para membros, servidores, estagiários e dispensou colaboradores terceirizados de comparecerem à unidade, exceto vigilantes. As medidas buscam frear a contaminação pelo novo coronavírus.

Com o trabalho remoto, é garantido o andamento de denúncias e a atuação do MPF durante a pandemia. Com o aumento no número de casos da covid-19 no Amapá, o atendimento presencial foi inviabilizado, tornando-se exclusivamente eletrônico. No site www.mpf.mp.br/mpfservicos e no aplicativo MPF Serviços, disponível para Android e IOS, é possível acompanhar e fazer denúncias.

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO