ANUNCIE   |   CONTATO   |   PLANTÃO   |   NOSSOS SERVIÇOS
SITES | HOTSITES | BLOGS
 COTIDIANO   amapadigital.net

 

 

 

 

 

20/04/2011

Hip Hop Sem Fronteiras 2011 ser

 

Movimento ganhou espaço no Amapá e hoje se configura como o segundo maior encontro de jovens da Região Norte

O movimento Hip Hop do Amapá, através da FADRO- Federação Amapaense de Dança de Rua Original, se organiza para dar início ao “VI Hip Hop Sem Fronteiras”, que ocorre no período de 08 A10 de julho, no município de Oiapoque. Grupos de Macapá, Santana, Pará, Guiana Francesa e de outros municípios do Estado participarão do evento. O projeto cultural é desenvolvimento pela Companhia de Dança de Rua Amapá B.Boys – Macapá Break, em parceria com o Instituto Jovens Livres e com a Federação Amapaense de Dança de Rua Original/B.Boys E B.Gilrs, com apoio do Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult).

Nos últimos dois anos o evento ganhou maior visibilidade, mais colaboradores e mais grupos de Hip Hop de todo o Estado, que darão o melhor de si na batalha que premiará com R$ 4 mil a melhor apresentação em grupo e R$ 2 mil o melhor B.boy, na batalha individual. Segundo o Produtor geral do festival, Guinho B.Boy, a expressão \"batalha\" simboliza o confronto saudável entre as equipes. Não há contato físico, gestos obscenos e nem palavrões. O que contam são criatividade e dinamismo das performances.

Guinho B.Boy lamenta que nos tempos atuais a discriminação contra os militantes do movimento Hip Hop ainda persista. “A sociedade nos julga de maneira errada, pelo fato de dançarmos de maneira diferente e por fazermos críticas, em nossas letras, à sociedade e ao mundo em que vivemos e não percebe que esse é o jeito de nos expressarmos. Hip Hop é cultura negra, é posicionamento crítico, é o nosso olhar sobre a vida, é arte, é a nossa realidade”, afirma.

Jovens, adolescentes e crianças se preparam para a batalha. Grupos como MCDA B.boys, Macapá Break, Estilo Negro, Nação Hip Hop do Laranjal do Jari, Fantasma do Dance, Jari bboys, Cia de Artes Zopura, Red B.boys, Master Crew, Star Break, Afro B.boys, Nova Geração Afro, Super Crew, Conectio B.boys, Garotos do Break, As B.girls, Power Style do Oiapoque, Conexão Break do Porto Grande, Estilo Break, Star crew e DFT da Guiana Francesa já confirmaram participação.

O projeto Hip Hop Sem Fronteiras surgiu com a finalidade de difundir essa manifestação cultural no Amapá e contribuir com a redução do índice de violência, favorecendo o intercâmbio cultural entre as comunidades amapaenses, Estados do Norte e Nordeste e países vizinhos. A primeira edição, realizada em julho de 2006, deu o grande salto para a revelação de categorias no movimento estadual: grupos de dança de rua (b.boy), grafiteiros, DJs e MCs. A partir daí foi aberto um canal de comunicação entre os grupos, que se organizaram e conseguiram o reconhecimento, depois do Hip Hop no Meio do Mundo, o Festival  Hip Hop Sem Fronteiras é o segundo maior festival internacional de Hip Hop do Amapá e o maior encontro da juventude da Região Norte, segundo o Pastor Orivaldo, coordenador geral do evento.

O movimento tem como principal objetivo descobrir novos talentos, promover cidadania e a inclusão social de jovens em situação de risco, através da dança de rua e das artes (grafitagem, DJs, etc) elementos que compõem a cultura Hip Hop.

Para participar do evento é preciso que os grupos de b.boys e de b.girls (dançarinos) façam a inscrição pelo e-mail: macapabreakap@gmail.com Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO
Período de 08 a 10 de julho2011

Dia 08 – quinta-feira - Saída para Oiapoque/ com coletiva de impressa.
Local: Teatro das Bacabeiras
Hora: 16h

Dia 08 – sexta-feira – Atividades (palestras e mesa redonda - Sistema Nacional de Cultura).
Local – Oiapoque, às 8h
19h - Free style de b.boys (roda livre)

Dia 09 - sabado – Atividades (aula de dança de rua), às 8h
19h – Show de equipe - Crew
Local: Quadra da Escola Nambuco

Dia 10- domingo – Atividades ( Hip Hop e as políticas públicas- Plano nacional de Cultura), às 8h
19h – Show de equipe - Crew
Local: Quadra da Escola Joaquim Nambuco

Pelas manhãs serão ministradas palestras, seminários, oficina de hip hop, e rádio comunitário.

Mais informações
Guinho B.boy: 9154- 1544 /91191130/ 9962-0486


 

Compartilhe com:

 

 

 

 


<<Voltar

 

 

Deixe seu comentário usando o Facebook:

 

 

 

 

 

 

CADASTRE-SE

 

        Nome:

       

        Email:

       


Cadastrar   Descadastrar

 

 

 

 

    VEJA TAMBÉM NOTÍCIAS DE:

 

 

 

 

PESQUISAR NO SITE

Amapá Digital © desde 2003
Todos os Direitos Reservados

 

 

 

 

 

 

 

CONHEÇA O AMAPÁ
MUNICÍPIOS

MAPA E SIMBOLOS

       Bandeira

       Brasão

       Mapa

       Hino

DADOS GEOGRÁFICOS

       Localização

       Relevo

      Clima

       Ecossistema

       Hidrografia