ANUNCIE   |   CONTATO   |   PLANTÃO   |   NOSSOS SERVIÇOS
SITES | HOTSITES | BLOGS
 COTIDIANO   amapadigital.net

 

 

 

 

 

07/06/2011

Semast e Minist

 

A ação que fiscalizou feiras e mercados em Macapá teve o objetivo de identificar e recolher menores em situação de trabalho infantil.

O Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), gerenciado pela Secretaria Municipal de Assistência Social e do Trabalho (SEMAST) realizou na manhã deste sábado (04) uma ação de fiscalização e recolhimento de menores que estivessem trabalhando em feiras e áreas comerciais de Macapá. A ação foi uma iniciativa conjunta com o Ministério do Trabalho e Conselhos Tutelares das Zonas Sul e Norte.


A ação teve início nas primeiras horas do dia e dividiu oito equipes compostas por educadores do PETI, conselheiros tutelares e agentes do Ministério do Trabalho. Foi previamente feito um levantamento das áreas de incidência e as crianças identificadas durante as abordagens foram encaminhadas para as sedes dos conselhos tutelares. Esses menores recolhidos devem passar por um acompanhamento junto com seus responsáveis para que a prática do trabalho infantil seja substituída por ações educativas propostas pelo Programa do PETI.


“ Com esta ação pretendemos diminuir e conscientizar as famílias que tem crianças trabalhando sobre  importância  de proteger estes menores  garantir que vivam as etapas corretas”, explicou Roque Nascimento, educador do PETI. 


Em Macapá a Prefeitura mantém ativos 07 pólos de atendimento do PETI  e 18 educadores desenvolvem as atividades com cerca de 360 crianças cadastradas.  Participam do Programa as famílias que tenham crianças de 07 a 14 anos trabalhando em atividades perigosas, insalubres,degradantes e /ou que comprometam o desenvolvimento das atividades escolares. Também são automaticamente inseridas, as crianças cadastradas no Programa Bolsa Família e Cadastro Único.
 

As equipes devem continuar com a ação durante todo o dia e serão fiscalizados todos os lugares onde exista a probabilidade de manter crianças trabalhando. Denuncias sobre casos podem ser feitas nos conselhos tutelares e na coordenação do PETI,localizado na SEMAST.


Marcelle Nunes/PMM


 

Compartilhe com:

 

 

 

 


<<Voltar

 

 

Deixe seu comentário usando o Facebook:

 

 

 

 

 

 

CADASTRE-SE

 

        Nome:

       

        Email:

       


Cadastrar   Descadastrar

 

 

 

 

    VEJA TAMBÉM NOTÍCIAS DE:

 

 

 

 

PESQUISAR NO SITE

Amapá Digital © desde 2003
Todos os Direitos Reservados

 

 

 

 

 

 

 

CONHEÇA O AMAPÁ
MUNICÍPIOS

MAPA E SIMBOLOS

       Bandeira

       Brasão

       Mapa

       Hino

DADOS GEOGRÁFICOS

       Localização

       Relevo

      Clima

       Ecossistema

       Hidrografia