Lourenço pede ajuda

Compartilhe:





Estou me dirigindo as vossas exceências, para que façam gestão junto ao Governo do Estado, no sentido de criar uma força tarefa itinerante para atender a comunidade do Lourenço. Estamos aqui, sem qualquer tipo de assistência, com uma população carente, sem condições de se deslocar para a capital, de certa forma desesperados.

A secretaria de saúde poderia dispor de uma equipe com médico, enfermeiros para testagem dos morados para Covid-19.
Nossa comunidade tem aproximadamente 5 mil pessoas. Não dispomos se quere de uma ambulância. Percebemos uma angústia muito grande das pessoas. Senhores, olhem com carinho por nós, falo em nome de um povo sem qualquer tipo de assistência. Garimpeiro Artur.

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA Notícia