ANUNCIE   |   CONTATO   |   PLANTÃO   |   NOSSOS SERVIÇOS
SITES | HOTSITES | BLOGS
 POLÍCIA   amapadigital.net

 

 

 

 

19/12/2013

'Ele viveu a vida que queria', diz prima em velório de travesti amapaense morto em SP

 

Imagem
Corpo de jovem está sendo velado na capela Santa Rita, em Macapá.Vítima foi encontrada morta com um tiro no peito, em Campinas (SP)
 
Do G1- Amapá
 
O corpo de Ruan Cleiton Madureira de Matos, mais conhecido como o travesti Gabriely Spanik, de 26 anos, está sendo velado desde a tarde desta quarta-feira (18) na capela Santa Rita, em Macapá. No velório, familiares e amigos dão o último adeus ao jovem que foi encontrado morto com um tiro no peito num bairro de Campinas (SP), no dia 11 de dezembro. “Ele viveu a vida que queria. Sonhava ganhar o mundo e saiu do estado em busca desse sonho", lembrou a prima de Ruan, Mônica Matos, de 27 anos. O Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa da Polícia Civil de Campinas informou que ainda não há indícios da motivação do homicídio.

"[Ruan] Sempre foi muito alegre e simpático e jamais tentou brigar com alguém. Foi um grande amigo para mim, cresci ao lado dele”, acrescentou a prima de Ruan, com lágrimas nos olhos, durante o velório.

O empresário Aroldo Leite, de 40 anos, que mora próximo à residência da mãe do travesti, disse que sempre acompanhou a busca de Ruan por uma vida melhor. “A família sempre o apoiou nos momentos difíceis. Quando ele vinha a Macapá conversava com todo mundo, sem preconceitos, nem nada. Era uma pessoa boa de coração”, elogiou.

O velório de Gabriely Spanik seguirá aberto ao público até às 9h desta quinta-feira (19), quando seu corpo será sepultado no cemitério São José, na Zona Sul de Macapá.

Crime

O delegado Rui Pelogo, titular do Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa da Polícia Civil de Campinas confirmou que a vítima morreu com um tiro no peito.

“Estamos trabalhando com o assassinato. Algumas testemunhas informaram que ela ficava vários dias sem aparecer, isso pode dificultar um pouco a investigação”, reforçou o delegado.

Iranelma de Matos, de 32 anos, tia de Ruan, acrescentou que amigos o viram pela última vez em um carro preto na companhia de um homem ainda não identificado. “Não temos informações sobre mais nada. Só sabemos que ele estava desaparecido há três dias até ser encontrado morto”, informou. (Dyepeson Martins)

 

 

Compartilhe com:

 

 

 

 


<< Voltar

 

 

Deixe seu comentário:

 

 

 

 

 

 

Últimas Notícias

 

 

 

  Avançar » Total de 1073 Registros
  Página 1 de 108   Exibindo 10 registros nesta página.

 

 

 

 

 

CADASTRE-SE

 

        Nome:

       

        Email:

       


Cadastrar   Descadastrar

 

 

 

 

    VEJA TAMBÉM NOTÍCIAS DE:

 

 

 

 

PESQUISAR NO SITE

Amapá Digital © desde 2003
Todos os Direitos Reservados

 

 

 

 

 

 

 

CONHEÇA O AMAPÁ
MUNICÍPIOS

MAPA E SIMBOLOS

       Bandeira

       Brasão

       Mapa

       Hino

DADOS GEOGRÁFICOS

       Localização

       Relevo

      Clima

       Ecossistema

       Hidrografia