Polícia Militar apreende 50 quilos de carne de animais silvestres em porto de Macapá

Compartilhe:





Uma fiscalização realizada na madrugada desta quarta-feira, 20, pelo Batalhão Ambiental da Polícia Militar do Amapá (PM/AP), no Canal do Jandiá, zona leste de Macapá, resultou na apreensão de 50 kg de carne de animais silvestres como preguiça, jacaré, capivara e tatu.

De acordo com o tenente Adauto Matos, da Divisão de Relações Públicas e Imprensa do Batalhão Ambiental, o material estava depositado em duas caixas de isopor, que possivelmente, teria chegado ao Estado em alguma embarcação.

“Não foi possível identificar o responsável, que pode ter fugido ao perceber a presença dos policiais, e nem identificar a origem do produto”, informou Matos.

O oficial reforça que a legislação ambiental proíbe a caça de animais silvestres e que a pessoa flagrada poderá sofrer sanções que incluem multa e até prisão por crime ambiental.

“Além de ser um crime, quem consome a carne de um animal silvestre está sujeito a contrair doenças que esse animal possa hospedar, o que seria prejudicial à saúde da pessoa”, concluiu o militar.

O produto apreendido foi apresentado no Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) do bairro Pacoval e deverá passar por inspeção da Vigilância Sanitária.

Desde o início do ano, as fiscalizações do Batalhão Ambiental já resultaram na apreensão de 880 quilos de carne animais silvestres.

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO