Abordagens da Lei Seca em agosto flagraram 54 dirigindo alcoolizados

Compartilhe:





A Operação Lei Seca divulgou o balanço das fiscalizações realizadas no mês de agosto em Macapá. Foram 1.347 abordagens, das quais 54 resultaram em autuações pela combinação de bebida alcoólica e direção. O número corresponde a 4% do total.

As fiscalizações, segundo o coordenador da Lei Seca, major Rondinele Marques, aconteceram em diversos pontos estratégicos da capital, com a finalidade de garantir a segurança dos condutores.

“Buscamos sempre conscientizar os condutores sobre os perigos de assumir a direção de um veículo após consumir bebida alcoólica, e reforçamos para que utilizem outros meios de transportes, ou, até mesmo, escolham o motorista da rodada”, lembrou.

Quatro condutores foram apresentados no Ciosp do Pacoval, pelo artigo 306, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que prever detenção de seis meses a três anos, multa e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor, ao condutor flagrado dirigindo veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência.

Houve, ainda, 84 autuações por outros artigos relacionados ao CTB.

A Lei Seca passou a utilizar, nas últimas fiscalizações de agosto, o novo sistema de talonário eletrônico adotado pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran/AP). A ferramenta substitui o talonário físico, dando mais agilidade e segurança nas autuações.

 

Por: Ailton Leite /  Foto: Maksuel Martins/Secom

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO