PF deflagra duas operações no Amapá e prende dois homens por armazenar pornografia infantil

Compartilhe:





Dois homens, de 30 e 44 anos, foram presos em flagrante pela Polícia Federal (PF), na manhã desta segunda-feira (18) por armazenarem conteúdo pornográfico envolvendo criança e adolescente no Amapá. As prisões ocorreram durante duas operações deflagradas no estado justamente para combater a pornografia infantil.

Não ficou claro se os presos já eram investigados pela PF. Os policiais também apreenderam celulares e mídias de armazenamento com aproximadamente 6 GB de vídeos. A atuação repressiva ocorre exatamente no Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

PF identificou que um dos investigados utilizava jogos para aliciar crianças — Foto: PF/Divulgação

As operações foram chamadas de “Kori” e “Virada de Jogo”, e investigam a produção, o armazenamento e a divulgação na internet de imagens e vídeos de exploração sexual de crianças e adolescentes no Amapá. A PF identificou que esse tipo de conteúdo estava sendo compartilhado por usuários em aplicativos de mensagens.

Ao todo, 25 policiais participaram das ações para cumprir inicialmente 5 mandados de busca e apreensão, nos municípios de Macapá e Santana, no Amapá, e ainda no município de Ladainha, em Minas Gerais.

Policiais apreenderam equipamentos que tinham 6 GB de mídia pornográfica infanto-juvenil — Foto: PF/Divulgação

De acordo com a PF, uma das investigações apontou que um suspeito de praticar o crime utilizava jogo de computador para poder aliciar as crianças.

As ações desta segunda-feira contaram com participação do Conselho Tutelar da Zona Sul de Macapá.

Os presos foram conduzidos à sede da PF. Se condenados, poderão cumprir pena de até 10 anos de reclusão.

 

Fonte: https://g1.globo.com/ap/amapa/noticia/2020/05/18/pf-deflagra-duas-operacoes-no-amapa-e-prende-dois-homens-por-armazenar-pornografia-infantil.ghtml / Foto: PF/Divulgação

Policiais apreenderam equipamentos que tinham 6 GB de mídia pornográfica infanto-juvenil — Foto: PF/Divulgação

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO