Dr. Furlan realiza audiência pública sobre Energia Solar no Amapá






O deputado estadual Dr. Furlan (PTB) realiza no dia 16 de março na Assembleia Legislativa do Amapá (Alap) uma audiência pública que vai ter como tema “Energia Solar no Amapá: uma questão econômica, social e ambiental”. O evento será realizado no plenário provisório da Alap, situado no Centro de Convenções João Batista de Azevedo Picanço.

Segundo Dr. Furlan, esta ideia é direcionada a todos que sofrem com a energia elétrica, a conta de luz. Após alguns levantamentos, o parlamentar concluiu que o Amapá pode se transformar numa potência de energia renovável, uma energia limpa ou potencialmente limpa, já que está situado no meio do mundo, com um índice de luminosidade altíssimo.

Para o deputado, a discussão do tema envolve os eixos econômico, social e ambiental.

“Eu digo que se trata de uma questão econômica porque a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) têm muito bem delimitados os seus marcos regulatórios para a utilização de energia solar ou fotovoltaica. A parte técnica desse marco regulatório está totalmente estabelecida. Então nós temos sim regulamentação para isso. Temos a regulamentação federal a nível de Aneel e temos a regulamentação estadual a nível da CEA”, afirmou.

Além disso, esta é uma questão econômica também porque há um investimento, que hoje é alto para a população como um todo. Mas se houver subsídios, linhas claras de financiamento, haverá sim condições de dar para a população um retorno num prazo de tempo muito pequeno. É importante frisar que essas placas solares têm uma duração muito grande. Então se existe um período chamado de payback, que é o período necessário para o pagamento dessa placa, que pode ser quatro, cinco ou seis anos por exemplo, a partir daí a pessoa pode ter uma redução muito grande na conta de luz.

Os estados que já aderiram, como Goiás, por exemplo, passam a ter um abastecimento da rede da energia cedente. Então, essa é uma ideia muito clara, que vem para diminuir num breve espaço de tempo o valor da conta de luz, o que torna esta uma questão social.

Para Dr. Furlan, esta é também uma questão ambiental porque, com o investimento em uma energia limpa, contribui com a bandeira que o Amapá defende de ser o estado mais preservado do Brasil.

“Então é um tema relevante que merece ser debatido com as autoridades do estado e com a população. Por isso, eu convido a todos a comparecerem no dia 16 para esta audiência pública, que acontecerá no plenário provisório da Alap, situado no Centro de Convenções João Batista de Azevedo Picanço, na Avenida Fab”, concluiu o deputado.

 

Por Graziela Miranda

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO