Detran e PM intensificam ações da Lei Seca nos últimos dias do ano

Compartilhe:





O Departamento Estadual de Trânsito (Detran/AP), órgão responsável pela Operação Lei Seca no Amapá, vai intensificar as fiscalizações durante os dois últimos dias de 2020. A ação que deve acontecer em vários pontos da capital e visa coibir que condutores peguem a direção de veículos após o consumo de bebida alcoólica.

Segundo o diretor presidente do Detran/AP, Inácio Maciel, as fiscalizações devem contar com apoio de diversos órgãos da segurança pública estadual.

“Estamos com todo o planejamento preparado seguindo todos os protocolos de segurança, visando garantir uma abordagem segura tanto para nossa equipe, quanto para os condutores que vierem a ser abordados”, salientou o diretor.

O diretor ressalta que o condutor flagrado sob efeito de bebida alcoólica pode sofrer várias sanções que vão desde a perda de 7 pontos na carteira, multa de R$ 2.934,70, além de suspensão do direito de dirigir por 12 meses. Em caso de reincidência, o valor da multa dobra e o motorista tem o direito de dirigir cassado. O mesmo vale para quem dirige sob efeito de qualquer outra substância psicoativa que caracterize dependência.

Para aqueles condutores que vão pegar a estrada com destino ao interior do estado, o diretor recomenda que o motorista verifique itens de segurança do veículo como a manutenção em dia, as condições de pneus, assim como utilizar os equipamentos de segurança como o cinto, e respeite as sinalizações e evite o excesso de velocidade. Outra recomendação é que os condutores não entreguem o veículo nas mãos de quem não é habilitado.

 

 

Por: Ailton Leite / Foto: Arquivo/Secom

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO