Audiência Pública discutiu ações para o Enfrentamento e Prevenção do Suicídio no Amapá

Compartilhe:





O evento foi realizado na tarde de quinta-feira (9), no Plenário Provisório da Assembleia Legislativa, que funciona no Centro de Convenções João Batista de Azevedo Picanço.

O deputado estadual Dr. Furlan (PTB) realizou nesta quinta-feira, 9, na Assembleia Legislativa do Amapá, a audiência pública que debateu ações para o Plano de Enfrentamento e Prevenção ao Suicídio. A iniciativa também teve apoio do Coletivo de Psicólogos do Estado.

O evento teve palestras de profissionais da saúde que apresentaram dados do alerta epidemiológico e o Plano de Enfrentamento e Prevenção ao Suicídio, baseado na lei nacional 13.819/2019. Além disso, foi contextualizado pelo Promotor de Justiça do Ministério Público, André Luiz Dias Araújo, os processos de judicializações e pela Defensora do Estado, Tathiane Soares, vistorias e carências de psicólogos nos centros e instituições de saúde mental.

Os convidados e o público presente contribuíram com sugestões e discussões. A professora Silvia Patrícia de Lima da Escola Estadual Nanci Nina Costa, falou do projeto desenvolvido na instituição que trabalha a saúde mental e ressaltou que o momento foi importante para consolidar ideias. “Precisamos sim discutir políticas públicas voltadas à família e que oportunizem os jovens nos estudos e na vida profissional”, concluiu.

O projeto de lei que institui o Plano Estadual de Enfrentamento e Prevenção ao Suicídio foi protocolado pelo deputado estadual Dr. Furlan e dispõe de políticas públicas que envolvem todos os setores da sociedade, conforme a lei nacional apresenta.

“Compreendo que falar de suicídio é mencionar causas multifatoriais que necessitam serem discutidas de forma ampla, desde o desemprego crescente que está adoecendo nossa sociedade, como indicadores de possíveis transtornos mentais, como a depressão, e o que fazer diante dessa realidade amapaense”, ressaltou o parlamentar.

O evento contou com a participação de psicólogos, médicos, professores de instituições públicas e privadas, organizações não governamentais, estudantes, representantes da Prefeitura de Macapá, Governo do Estado, Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS), Centro de Valorização à Vida (CVV), Ambulatório de Atenção à Crise Suicida, Ministério Público (MP-AP), Secretaria de Estado da Educação (SEED), Procuradoria Geral do Estado (PGE), Defensoria Pública (DEFENAP), Marinha do Brasil e Conselhos Regionais.

Estiveram presentes também os deputados estaduais Jaci Pena, Diogo Senior, Aldilene Souza, Dr. Negrão, Cristina Almeida e Edna Auzier.  

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO