Audiência discutirá realidade do sistema de transporte público de Macapá






Os vereadores da Câmara de Macapá terão confirmada uma situação sofrida pela população há muito tempo: o péssimo serviço prestado pelas empresas de ônibus à comunidade. Uma audiência pública está prevista ocorrer no dia 26 de abril, às 9h, com a participação de dirigentes da Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá (CTMac), Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros (Setap) e dos movimentos comunitário e estudantil.

Apesar das diversas falhas no sistema, todos os anos o Setap envida esforços para aumentar o valor da passagem, mesmo não tendo cumprido os compromissos firmados com a prefeitura nos anos anteriores. “Não era nem para se cogitar qualquer aumento”, opinou o professor José Maurício. “Não consigo entender porque deixam os empresários fazerem isso”, lamentou a doméstica Teresa Seixas.

A audiência pública foi sugerida pelo vereador Caetano Bentes (PSC). O debate será sobre a questão tarifária, mobilidade urbana, acessibilidade, condições de abrigos e terminais, frota, e principalmente a responsabilidade de cada ente público e privado na melhoria do transporte coletivo. É flagrante a falta de iniciativa da prefeitura em colocar em execução os itens essenciais na melhoria do serviço, e também de cobrar do Setap o cumprimento dos acordos firmados perante a Justiça.

Na reunião realizada pelo Conselho Municipal de Transporte de Macapá, o Setap sugeriu, inicialmente, majorar o preço para R$ 3,40. Após discussão, o valor ficou em R$ 3,25. O novo valor proposto foi aprovado pelas instituições que formam o conselho, exceto o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários do Estado do Amapá (Sincotrap). A proposta deve seguir para a Câmara Municipal para ser votada.

Caso esse valor prevaleça na votação da Câmara de Vereadores, Macapá terá a tarifa de ônibus mais cara da Região Norte, perdendo apenas para Palmas (R$ 3,50), Rio Branco (R$ 3,50) e Manaus (R$ 3,30). Em Belém, o preço cobrado é de  R$ 3,10, Porto Velho R$ 2,00, Boa Vista R$ 3,10. O aumento no valor da tarifa de ônibus nessas capitais, inclusive, ocorreu este ano.

Por Jorge César/aGazeta

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO