Governador sanciona lei que garante a contratação de pessoal para o combate à pandemia

Compartilhe:





Os profissionais da Saúde que atuam diretamente no atendimento dos pacientes de coronavírus nos Centros Covid-19 receberão um auxílio financeiro emergencial de até R$ 2 mil. Nesta quinta-feira, 30, o governador Waldez Góes assinou a lei que autoriza a medida.

O auxílio é referente a 12h de plantão e será efetuado durante o período de calamidade pública devido à pandemia do novo coronavírus. Na segunda-feira, 5, será publicada a regulamentação da lei com os valores de acordo com cada categoria.

O Governo do Amapá vem tomando medidas emergenciais para atender os casos da doença. Uma delas foi a implantação dos Centros de Atendimento a Covid-19 em quatro municípios. São espaços específicos para tratar os pacientes.

Ações como essas exigem mais demanda dos profissionais de saúde, que atuam na linha de frente de combate à pandemia.

“Esses profissionais atuam diretamente no atendimento às pessoas infectadas, são a linha de frente no combate à pandemia e acabam se expondo mais. Por isso, estamos garantindo esse auxílio emergencial que ajudará a custear as despesas extras neste período”, disse o governador.

O auxílio foi idealizado também pensando nos gastos a mais que muitos desses profissionais necessitam ter por medida de segurança para proteger seus familiares. Alguns deles, por exemplo, precisaram se afastar do convívio familiar temporariamente devido ao risco de infecção.

 

Por: Anne Santos /  Foto: Márcio Pinheiro/Governo do Amapá

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO