Waldez Góes reúne gestores e determina mais medidas de combate à covid-19

Compartilhe:





O governador do Amapá, Waldez Góes, reuniu gestores da linha de frente das ações de prevenção e combate ao novo coronavírus, para estabelecer mais medidas e metas para os próximos dias, e avaliar o primeiro dia de lockdown. O encontro ocorreu no Palácio do Setentrião, na noite desta terça-feira, 20.

Entre os pontos debatidos estiveram a ampliação de leitos, tratativas para aquisição de Equipamentos de Proteção Individual, medicamentos e insumos, além da assistência aos municípios.

De imediato, o Governo do Estado do Amapá enviou uma remessa de 2 mil comprimidos de cloroquina para os municípios que possuem hospitais com leitos exclusivos para tratamento de pessoas com covid-19: Macapá, Santana, Laranjal do Jari e Oiapoque.

 

“Estamos buscando alternativas junto ao governo federal, iniciativa privada para ampliar leitos e adquirir medicamentos. Por isso, o lockdown, aliado a medidas na saúde como o tratamento terapêutico e ampliação do sistema de saúde, são fundamentais no combate à covid-19”, considerou o governador.

Os gestores também apresentaram as dificuldades na cotação de preços. Um medicamento que inicialmente era comprado por R$ 10, agora nas propostas de fornecedores chega a custar R$ 600.

Outra frente de trabalho é a preparação do Hospital Universitário para atendimento as pessoas com covid-19. O governo finalizou a instalação de gases medicinais e trata agora, junto ao governo federal, a aquisição dos leitos.

Participaram da reunião gestores da Controladoria (CGE) e da Procuradoria Geral do Estado (PGE), Secretarias de Estado do Planejamento (Seplan), Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Comunicação (Secom), e Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS).

 

Por: Anne Santos  / Foto: Márcio Pinheiro

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO