Vice-governador e novo comandante do 34º BIS reforçam parceria pelo desenvolvimento do AP






O novo comandante de Fronteira do Amapá e 34º Batalhão de Infantaria de Selva (BIS), tenente-coronel Gilson de Souza, exaltou a parceria com Governo do Amapá e garantiu que as ações conjuntas entre as duas instituições vão continuar. Ele assumiu o posto no lugar do coronel Robson Mattos, que ficou por dois anos à frente do Exército Brasileiro (EB) no Amapá. A cerimônia de troca de comando ocorreu nesta sexta-feira, 12, na sede do 34º BIS.

O vice-governador do Amapá, João Bosco Papaléo Paes, durante a troca de comando ressaltou os projetos em comum com EB no Amapá. Ele destacou como primordiais a construção da Base Cartográficaa Regularização Fundiária, o convênio de Pavimentação do Trecho Sul da BR-156, e o Programa Força no Esporte, entre outras ações conjuntas.

“O governo reconhece a expertise do Exército em várias áreas, como construção de estradas, dados geoespaciais, e acordou parcerias para trazer estas especialidades dos militares para contribuir para o desenvolvimento do Estado. É essencial mantermos as ações”, avaliou Papaléo Paes.

O novo comandante enfatizou que a integração entre o governo do Estado e o Exército Brasileiro proporciona desenvolvimento e proteção para a população do Amapá. “A relação entre as duas instituições já se dá há muitos anos e uma das nossas prioridades é não só manter essas parcerias, como também ampliar esses projetos. O exército, este ano, passa a viver um novo momento no Amapá com a instalação da brigada da Foz do Amazonas, que vai nos proporcionar uma quantidade maior de militares e, como consequência disto, poderemos ampliar as ações já desenvolvidas com o Estado”, assegurou o tenente-coronel Gelson.

O coronel Mattos, que será deslocado para uma nova missão no Comando Militar do Norte, destacou, entre outros avanços, a implantação de uma Brigada do Exército, que dará ao Estado apoio ainda maior na vigilância da fronteira, com um contingente ampliado de militares. “Quando estiver em funcionamento, teremos esse reforço e poderemos contribuir, ainda mais, com a população do Amapá, através de parcerias com o Estado e com os municípios nas grandes ações sociais, por exemplo, no combate ao Aedes aegypti, que desenvolvemos juntos com órgãos do Executivo, nestes dois últimos anos”, exemplificou o ex-comandante.

Segundo ele, a Brigada Foz da Amazônia começa a funcionar ainda este mês. A nova base militar irá comandar as ações do 34º BIS no Amapá, 2º BIS, em Belém, e o 24º Batalhão de Infantaria Leve (BIL) de São Luís, no Maranhão. O general Viana Filho, que esteve na solenidade, deverá estar à frente da brigada.

Por: Elder de Abreu / Foto: Maksuel Martins e Irineu Ribeiro

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO