Covid-19: Governo do Amapá começa distribuição de vacinas aos municípios

Compartilhe:





As vacinas serão entregues nas 16 cidades do Estado, com escolta das Polícias Militar e Rodoviária Federal (PRF), conforme protocolo nacional de controle e segurança no transporte.

Governador Waldez Góes fez a entrega no Centro de Armazenamento e Distribuição de Imunobilógicos (Cadi) aos representantes e prefeitos dos municípios

Após vacinar, simbolicamente, os primeiros amapaenses contra a covid-19, nesta terça-feira (19), o Governo do Estado do Amapá começou a distribuição das doses do 1º lote da coronavac para os municípios amapaenses.

As vacinas serão entregues nas 16 cidades do Estado, com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Polícia Militar do Estado do Amapá, equipes da vigilância em saúde estadual, seguindo o protocolo nacional de controle e segurança no transporte.

O governador Waldez Góes esteve no Centro de Armazenamento e Distribuição de Imunobilógicos (Cadi) onde entregou as primeiras doses aos prefeitos e representantes dos municípios. No início da tarde, as remessas saíram para as cidades do interior com a escolta policial.

Na ocasião, o governador Waldez ressaltou que o Amapá está iniciando uma nova etapa do combate à covid-19, e fez questão de destacar que os cuidados já praticados devem continuar.

"É mais um passo, recebemos 31 mil doses, iniciamos hoje a vacinação e distribuição para as 16 unidades municipais e a população indígena, todos aqui sabem que 16 mil doses são para a população indígena, o que dará para aplicar primeira e segunda dose nas quase mil pessoas que estão entre aquelas da população indígena que devem receber a imunização e as outras 15 mil doses iniciando pelo grupo prioritário que são os trabalhadores da saúde e os idosos acima de 60 anos que estão institucionalizados", declarou Waldez.

A divisão das 15 mil doses para os trabalhadores da saúde e idosos teve como critério a quantidade de profissionais de linha frente e Centros de Atendimento à Covid-19 em cada município. A divisão das primeiras 7.500 doses, com 208 doses de reserva técnica, para profissionais da linha de frente da saúde e idosos abrigados em instituições, para cada cidade, ficou da seguinte forma:
o    Macapá 4.695 doses
o    Santana 875 doses
o    Laranjal do Jari 352 doses
o    Porto Grande 355 doses
o    Oiapoque 142 doses
o    Mazagão 134 doses
o    Calçoene 115 doses
o    Amapá 90 doses
o    Ferreira Gomes 92 doses
o    Serra do Navio 89 doses
o    Pedra Branca do Amapari 82 doses
o    Tartarugalzinho 75 doses
o    Cutias 67 doses
o    Pracuúba 45 doses
o    Vitória do Jari 44 doses
o    Itaubal 40 doses.
o    Após 28 dias da primeira dose, essa mesma distribuição será repedida, para que seja aplicada a segunda dose.


Por: Marco Antônio P. Costa /  Foto: Marcelo Loureiro/Secom

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO