Operação Hipocondria: trabalho conjunto entre MPF e PF combate falsificação de atestados médicos






A Operação Hipocondria, deflagrada pela Polícia Federal, nesta quinta-feira (30), em Macapá (AP), é resultado de trabalho conjunto com o Ministério Público Federal (MPF). A finalidade foi desarticular associação criminosa que atuava na falsificação de atestados médicos na capital. Foram cumpridos um mandado de prisão preventiva e dois de busca e apreensão.

As investigações revelaram que atestados médicos falsos com o timbre de Unidades de Pronto Atendimento eram fornecidos a servidores públicos para abonar faltas injustificadas ao serviço. Por determinação judicial, as identidades dos envolvidos e outros detalhes serão mantidos em sigilo.

Os investigados devem responder por crime de estelionato em detrimento de entidade de direito público, falsificação de documento público e associação criminosa. A pena para os crimes pode chegar até 15 anos de reclusão.

Com informações da Polícia Federal

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO