CAPES:  Biblioteca auxilia estudos sobre a Covid-19

Compartilhe:





O acervo pode colaborar na pesquisa dos especialistas

 

No mês de abril, o Portal de Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoa de Nível Superior (CAPES) registrou cerca de seis milhões de downloads de textos e publicações. O acesso gratuito aos acervos completos teve um aumento de 7,5% quando comparado ao mesmo período do ano anterior. Em abril do ano passado, foram computados 5,3 milhões de acessos, já este ano, o número chegou a 5,7 milhões.

De acordo com a pesquisa, o isolamento social, fator que tem impedido os estudantes de frequentarem as bibliotecas das instituições de ensino, tem levado a buscas de conteúdos nos acervos on-line para assim, dar continuidade os estudos. A exemplo de diversos pesquisadores da pós-graduação, inclusive àqueles que se dedicam aos estudos sobre a Covid-19.

Para Benedito Aguiar, presidente da CAPES, o portal é uma das ferramentas que podem contribuir diretamente no enfrentamento à pandemia, pois garante o acesso ao que às pesquisas mais recentes que estão sendo feitas em todas as regiões do mundo. Além disso, a acessibilidade do portal, e a facilidade de realizar as buscas de forma sistemática podem ser úteis para encontrar todas as informações e textos que são de interesse dos pesquisadores.

Em dados divulgados pelo órgão, a Universidade de São Paulo (USP) foi uma das instituições que apresentou grande crescimento de arquivos baixados. Passando de 713 mil, em abril de 2019, para 1,1 milhão este ano, representando um aumento de 54%. Outra instituição de ensino de destaque foi a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Saindo de 237,1 mil para 267,5 mil.

Por conta da pandemia, o Portal de Periódicos está com acesso gratuito a alguns editores internacionais que abordam temas relacionados à Covid-19. A maior biblioteca virtual do Brasil, oferece mais de 45 mil títulos que podem ser acessados por estudantes de mais de 400 instituições de ensino superior.

 

*Com Informações da CAPES

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA Sa˙de