GEA notifica município e investiga casos suspeitos de meningite em Macapá






O Governo do Estado do Amapá (GEA) enviou na quinta-feira, 5, uma equipe técnica da Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS) até a 18ª Avenida do bairro Congós, na zona sul de Macapá, para investigação epidemiológica.

Os servidores atenderam a uma solicitação da comunidade e do Conselho Estadual de Saúde (CES) para apurar quatro casos suspeitos de contágio por Doença Meningocócica (DM). Dentre as pessoas que adoeceram, está uma pessoa do sexo feminino que morreu. Os outros casos estão sob acompanhamento médico.

A equipe da SVS fez registro da área e apurou que há outras pessoas com sintomas como calafrios, conjuntivite, diarreia, dificuldade respiratória, dores no corpo, febre, manchas vermelhas no corpo, náuseas, prostração, tosse seca e vômito.

Outro fato apurado foi a falta de limpeza e acompanhamento da vigilância sanitária do município de Macapá na região. De Acordo com a SVS, a sujeira encontrada no logradouro, uma área de ponte, facilita o surgimento de doenças, incluindo as relacionadas com o Aedes aegypti.

“As ações preventivas evitam a disseminação e doenças. A vigilância em saúde deve estar atenta e em constante comunicação com a comunidade”, destacou o enfermeiro epidemiologista, Patrício Almeida, do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs) da SVS.

O município foi notificado e a superintendência alerta para a importância do trabalho de prevenção das prefeituras no controle de doenças.

Por: Júlio Miragaia /  Foto: Júlio Miragaia

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO