Atividades incentivam gestantes a fazerem o pré-natal






A prefeitura da capital está promovendo diversas atividades para o incentivo e fortalecimento do pré-natal. Na UBS Policlínica da Unifap, as gestantes tiveram uma manhã com orientações nutricionais, exames laboratoriais, consultas médicas, rodas de conversa e pintura de barriga.

Nas rodas de conversa, elas debateram temas como o momento do trabalho de parto e nascimento. “Nossa proposta é incentivar as gestantes para que façam o pré-natal, para que participem das programações e que se apropriem de todo o conhecimento e dos direitos que elas possuem. As rodas de conversa são momentos para debate e troca de saberes”, explicou a coordenadora de Saúde da Mulher, Rosa Natália.

A disseminação dessas práticas faz parte de um projeto da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), que, além de fortalecer o pré-natal nas unidades básicas, busca fortalecer os atendimentos prestados à saúde da mulher. Ingrid Chaves está esperando Ícaro, seu primeiro filho, e vê na iniciativa uma forma de amparo para o momento do nascimento. “Fiz todo meu pré-natal na unidade, e me sinto segura para ganhar bebê. Claro que tem a ansiedade, e o apoio que a gente recebe ajuda nesses momentos a nos deixar mais tranquilas”, relatou.

Atualmente, 6.303 gestantes fazem pré-natal nas Unidades Básicas de Saúde de Macapá. Ele é o acompanhamento médico que toda gestante deve ter, a fim de manter a integridade das condições da saúde da mãe e do bebê. Durante toda a gravidez, são feitas consultas de enfermagem e médica, e exames laboratoriais que visam identificar e tratar doenças que podem trazer prejuízos à saúde da mãe ou da criança.

Jamile Moreira

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO