Aplicação da dose de reforço da vacina contra a Covid-19 inicia em Macapá


A terceira dose será ofertada inicialmente aos idosos a partir de 85 anos, imunodeprimidos e transplantados.


A Prefeitura de Macapá inicia a aplicação da dose de reforço na capital nesta quinta-feira (16). A iniciativa se dá em função da Nota Técnica n º 27 de 2021 do Ministério da Saúde (MS), que orienta os estados e municípios quanto à administração da terceira dose da vacina contra a Covid-19.

“Diante do recebimento desta orientação do Ministério da Saúde, a Secretaria Municipal de Saúde [Semsa] está se preparando para iniciar a aplicação da dose de reforço da vacina no público elegível. É importante que todos fiquem atentos ao calendário de oferta dessas doses para que ninguém fique sem este reforço”, diz a titular da pasta, Karlene Lamberg.

Como funciona
Em Macapá, a oferta da terceira dose iniciará com os idosos a partir de 85 anos, imunodeprimidos e transplantados, pois eles apresentam alto grau de comprometimento no sistema de defesa contra infecções e necessitam de um esquema vacinal adaptado por apresentarem resposta reduzida ao imunizante.

De acordo com o cronograma de vacinação da Semsa, este grupo também será vacinado na sexta-feira (17). A divulgação dos pontos de vacinação, horário de funcionamento e documentação exigida serão divulgados no site da Prefeitura de Macapá e nas contas oficiais da instituição no Facebook, Twitter e Instagram.

Próximos grupos
A aplicação desta dose nos demais grupos previstos na nota técnica será feita mediante orientação do Ministério da Saúde.

Orientação do MS
De acordo com a nota, a medida se dá em função da redução progressiva da proteção nos idosos, especialmente aqueles que se encontram na faixa etária acima dos 80 anos que, segundo o documento, ficam mais propensos ao desenvolvimento de formas graves da doença, o que pode estar ligado ao longo tempo da resposta imune depois da aplicação da segunda dose.

Segundo o documento, eles deverão receber, preferencialmente, uma vacina com a plataforma de RNA mensageiro, como a Pfizer/BioNTech, que será utilizada pela Semsa para aplicação da terceira dose.

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO