Governo lança premiação para acadêmicos de Iniciação Científica da Ueap


Edital prevê prêmios e certificação para os três alunos com maior destaque em cada área de conhecimento.


O Governo do Amapá lançou o Edital Prêmio IC 2021 voltado para acadêmicos da Universidade do Estado do Amapá (Ueap) que apresentarão trabalhos científicos no Congresso Amapaense de Iniciação Científica. O evento ocorrerá de 5 a 7 de outubro de 2021, em formato virtual.

A premiação acontece desde de 2018. Este ano, as inscrições estão abertas até o dia 19 de setembro. Para maiores informações, o candidato deve acessar o edital do prêmio.

LEIA O EDITAL AQUI

O Governo do Amapá investe R$9 mil do Tesouro Estadual para viabilizar o projeto. Os três alunos com maior destaque em cada área de conhecimento serão contemplados com valores de R$1 mil para o primeiro colocado, R$500 para o segundo e R$ 300 para o terceiro, além do recebimento de certificados de menção honrosa. O valor será depositado na conta bancária do ganhador para ser investido na carreira acadêmica.

O pró-reitor de pesquisa e Pós-Graduação da universidade, Gabriel Araujo, explica que o incentivo resulta em aumento das produções acadêmicas.

“O reconhecimento vale ainda mais do que o recurso em dinheiro. Nós observamos que eles se esforçam bastante para ter êxito no Congresso Amapaense de Iniciação Científica e construir um bom currículo na Plataforma Lattes, do Ministério da Educação”, afirma.

Poderão participar alunos da Ueap inscritos no Programa de Bolsa de Iniciação Científica e Tecnológica (Probic) e no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic) com projetos executados no período de 2020 a 2021. Os trabalhos devem ser enviados até o dia 19 de setembro, cumprindo o regulamento previsto no edital.

Incentivo

A acadêmica Sandy da Luz faz parte do curso de Licenciatura em Ciências Naturais e foi premiada na edição de 2020 com o estudo que analisa a diversidade de plantas do gênero Piper L. na Floresta Nacional do Amapá. Parte do valor recebido será usado para financiar pesquisas futuras.

“O valor vai me ajudar nos custos das viagens de campo previstas para esse ano, dessa vez em outra área de trabalho”, esclarece.

A estudante Cecília Gomes está cursando o 10º semestre do curso de Engenharia Química e foi premiada na edição de 2019. Para ela, foi uma grande oportunidade para aperfeiçoar o currículo e obter novas oportunidades.

“O prêmio me ajudou a participar de congressos fora do estado. Foi uma etapa muito importante na minha graduação e também na minha vida profissional”, explica a acadêmica.

Para mais informações, o candidato deve consultar o edital.

 

Por: Karina Pacheco /  Foto: Maksuel Martins / Secom

 



Deixe seu Comentário

 

VOLTAR A PÁGINA PRINCIPAL VOLTAR A PÁGINA COTIDIANO