Foto: Aog Rocha/GEA
52ª Expofeira: Governo do Estado coleta mais de 200 depoimentos para Cápsula do Tempo do ‘Amapá 80 Anos’

52ª Expofeira: Governo do Estado coleta mais de 200 depoimentos para Cápsula do Tempo do ‘Amapá 80 Anos’

Pessoas de várias idades gravaram mensagens sobre o Amapá do futuro, que serão divulgadas daqui a 20 anos


Como parte das ações do “Amapá 80 Anos”, o Governo do Estado coletou mais de 200 depoimentos para o projeto Cápsula do Tempo, durante a programação da 52ª Expofeira do Amapá, no Parque de Exposições da Fazendinha, em Macapá.

As mensagens gravadas nos 10 dias de evento, através de câmera, equipamento de som e uma equipe de produtores audiovisuais, contam com reflexões, de jovens e adultos de várias idades, sobre o Amapá do futuro, que serão divulgadas daqui a 20 anos durante as comemorações do centenário do Estado.

A iniciativa, coordenada pela Secretaria de Estado de Cultura (Secult), criará uma espécie de acervo virtual com o material coletado que ajudará a nortear políticas públicas através dos registros da memória da população.

"Os relatos, sugestões e depoimentos poderão ser acessados por qualquer gestor do Amapá no futuro, servindo como um banco de dados do nosso povo para uma gestão participativa. Aqui, a população tem a oportunidade de falar sobre tudo, as belezas do Amapá, as melhorias, sobre si próprias. Nós estamos registrando os seus tesouros que serão guardados nesse acervo virtual", explica a secretária de Cultura, Clicia Vieira Di Miceli.

Cápsula itinerante

Após iniciar na 52ª Expofeira do Amapá, o projeto passará por uma nova etapa, com a “Cápsula do Tempo Móvel”, que visitará os 16 municípios do estado para continuar recebendo depoimentos em vídeo. A Secult montará um cronograma de atividades e anunciará as datas das visitas. 

"Este foi o pontapé inicial de um projeto muito maior, que integra os 80 anos de criação do Amapá e que representa uma continuidade, estamos registrando nossa população para criar este legado para o estado", reafirma a secretária de Cultura.

 

 

Por: Rafaela Bittencourt

Publicidade



O que achou desta notícia?


Cursos Básicos para Concursos