Foto: Arquivo/GEA
Evento no Amapá reúne alternativas para o desenvolvimento sustentável da Amazônia brasileira

Evento no Amapá reúne alternativas para o desenvolvimento sustentável da Amazônia brasileira

Oficina de trabalho da parceria Amazônia +10 começa nesta terça-feira, 19.


O Governo do Amapá integra uma oficina de trabalho da parceria Amazônia +10, que incentiva projetos científicos voltados para o desenvolvimento dos estados amazônicos. O encontro começa nesta terça-feira, 19, com objetivo de, ao longo de dois dias, discutir como os estudos financiados pelo programa podem gerar alternativas para os desafios enfrentados na região, como energia limpa e mudanças climáticas. 

A oficina de trabalho acontece no auditório do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), em Macapá, das 8h às 18h, e será mediada por técnicos do Governo do Amapá e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

A iniciativa Amazônia +10 é uma parceria entre o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e os estados da Amazônia brasileira. No Amapá, esta edição conta com a colaboração estadual da Secretaria da Ciência e Tecnologia (Setec) e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Amapá (Fapeap).

O objetivo é apoiar a pesquisa e a inovação tecnológica, promovendo a interação entre natureza e sociedade e o desenvolvimento sustentável e inclusivo dos estados. No Amapá, a chamada pública do programa  Amazônia+10 de 2022 teve um investimento de, aproximadamente, R$ 230 mil do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e uma contrapartida de R$ 740 mil, do Governo do Estado.

 

Amazônia+10

A primeira chamada de trabalhos do programa ocorreu em 2022. No total, mais de 500 pesquisadores de 20 estados brasileiros receberam financiamento.

Dando continuidade à série de oficinas, os demais estados que compõem a Amazônia Legal também terão suas prioridades temáticas definidas. A primeira oficina foi em Cuiabá (MT), nos dias 29 a 30 de agosto. Em seguida, serão anunciadas as próximas rodadas de chamadas para pesquisadores, empresas e outras iniciativas nos setores científico e de inovação.

 

Por Kelison Neves

Publicidade



O que achou desta notícia?


Cursos Básicos para Concursos