Divulgação
Nexialismo: Especialista em carreira aponta qual é o perfil profissional que domina a arte de conectar conhecimentos diversos

Nexialismo: Especialista em carreira aponta qual é o perfil profissional que domina a arte de conectar conhecimentos diversos

Especialista em carreira do CEUB destaca a importância de desenvolver habilidades multidisciplinares para o sucesso profissional: Atividade reúne habilidades pessoais, sociais, comerciais, técnicas, gerenciais, de liderança e a competência.


No atual mercado de trabalho, sempre em constante evolução, surge um novo perfil profissional que ganha destaque e desperta o interesse das empresas: o nexialista. Totalmente oposto aos perfis generalistas, com conhecimentos superficiais em diversas áreas, o nexialista se destaca por sua habilidade em conectar conhecimentos diversos. Juliana Nóbrega, especialista em Carreira e Empreendedorismo do Centro Universitário de Brasília (CEUB) explica que diante das demandas do mercado, este perfil desponta como uma valiosa vantagem competitiva.

O que é, afinal, um profissional nexialista? Juliana Nóbrega afirma que esses profissionais podem ser caracterizados por sua curiosidade insaciável e sede de conhecimento. Eles não se limitam a uma única área de atuação, mas buscam entender as conexões e relações entre diferentes campos de conhecimento. Essa capacidade de integrar habilidades e competências diversas é o que os torna tão valiosos para as empresas.

De acordo com a docente do CEUB, o nexialismo representa uma abordagem revolucionária para o desenvolvimento profissional. Ela destaca que os profissionais que atuam nessa atividade têm uma vantagem competitiva significativa, pois são capazes de conectar conhecimentos e habilidades de diferentes áreas, trazendo uma perspectiva mais abrangente para os desafios corporativos. O termo "nexialista" foi introduzido pela primeira vez no livro "Voyage of the Space Beagle", escrito por Alfred E. Van Vogt, em 1950.

Para a especialista em carreiras, um nexialista é um profissional com competências abrangentes em diversas áreas, incluindo habilidades pessoais, sociais, comerciais, técnicas, gerenciais e de liderança. Ela acrescenta que eles possuem a “competência X”, que consiste na sobreposição de várias habilidades para potencializar aspectos humanos. Essas competências englobam desde proatividade, colaboração e negociação até gestão de projetos, liderança inspiradora e ética.

"Nexialistas são profissionais multidisciplinares, capazes de enxergar além das fronteiras tradicionais de suas áreas de atuação. Eles possuem a capacidade de integrar conhecimentos diversos, identificar padrões e gerar insights inovadores", explica Juliana. Essa habilidade de encontrar conexões entre disciplinas distintas permite aos nexialistas proporem soluções criativas e abordagens diferenciadas para os problemas organizacionais.

Segundo a especialista, essa especialidade é particularmente relevante em um contexto em que as empresas buscam constantemente a inovação e a adaptabilidade. "As organizações estão à procura de profissionais que possam lidar com a complexidade e a velocidade das mudanças no mundo corporativo. Os nexialistas trazem consigo a capacidade de se adaptarem a diferentes situações, trabalharem em equipes multidisciplinares e buscarem soluções além dos limites convencionais", afirma.

Juliana ressalta que o nexialismo não se trata apenas de ter conhecimentos superficiais em diversas áreas, mas sim de desenvolver uma habilidade de conectar esses conhecimentos de forma significativa. " Os nexialistas são especialistas em integrar diferentes campos de conhecimento e aplicá-los de forma estratégica", enfatiza.

Para os profissionais que desejam adotar o perfil nexialista, a professora oferece algumas dicas. "É importante investir em um contínuo desenvolvimento pessoal e profissional, buscar conhecimentos em áreas complementares à sua expertise, participar de cursos e eventos que estimulem a ampliação de horizontes e, acima de tudo, estar aberto a desafios e oportunidades de aprendizado", aconselha.

Nóbrega frisa que o nexialismo representa uma mudança de mentalidade na construção da carreira. "Não se trata apenas de acumular títulos e especializações em uma única área, mas sim de ser capaz de integrar conhecimentos diversos e se adaptar às demandas do mercado. Os nexialistas têm a oportunidade de se destacarem e se tornarem agentes de transformação nas organizações.

“Essa é uma competência muito importante para quem atua com gestão de risco, gerência de projetos ou exerce cargos de liderança, por exemplo. Ele não sabe tudo o que precisa ser feito para resolver o problema. O que a pessoa nexialista sabe é quais especialistas precisa recrutar para desenvolver a solução, além de saber como mediar o relacionamento entre essas pessoas”, reforça.

Publicidade

Veja fotos


Juliana Nobrega, Especialista em Carreras do CEUB



O que achou desta notícia?


Cursos Básicos para Concursos