Foto: Nayana Magalhães/GEA
52ª Expofeira: noite de sertanejo faz público vibrar com show do cantor amapaense Ramon Cardoso

52ª Expofeira: noite de sertanejo faz público vibrar com show do cantor amapaense Ramon Cardoso

Apresentação aconteceu no palco da arena Rio Amazonas e contou com a participação da dupla Amilson e Campelo.


O Governo do Estado garantiu, por meio do projeto ‘Direito de brincar’, a gratuidade dos brinquedos do parque de diversões da 52ª Expofeira nesta quinta-feira, 5, no Parque de Exposições da Fazendinha. A iniciativa trouxe alegria para as mais de 50 mil crianças que passaram pelo local.

O pequeno Miguel Silva, de 9 anos, estava acompanhado da tia, e contou que estava ansioso para andar na roda gigante.

"Está sendo muito legal, muito divertido, meus irmãos e eu queríamos muito ir à roda gigante e foi emocionante. Lá do alto consegui ver todo o parque", disse animado.

Segundo a secretária de estado da Assistência Social, Aline Gurgel, a ação tem como finalidade garantir o direito fundamental ao lazer das crianças.

“Essa é uma ação elaborada com muitas mãos, buscando recepcionar as crianças que vem de espaços de acolhimento como Lar Betânia, APAE e dos habitacionais geridos pelo governo do Amapá, garantindo o direito fundamental de diversão e lazer", enfatizou a secretária.

A programação organizada pelas secretarias de Habitação e Assistência Social abre o calendário de ações do mês de outubro, mês das crianças. Outros projetos serão executados ao longo do mês para crianças em vulnerabilidade social.

“Além do direito à garantia da política pública, esse momento é uma oportunidade de reunir as famílias e prestigiar as essas crianças, em especial aquelas cujo os pais não têm condições de pagar", frisou secretária de Habitação, Mônica Dias.

Parque de Diversões

O parque de diversões conta com mais de 20 tipos de brinquedos radicais e infantis, como a tradicional montanha russa e roda gigante.

Durante todos os dias, os ingressos comercializados terão 50% de desconto. A meia custa o valor de R$ 15 meia e R$ 50, quatro pessoas, com funcionamento programado das 18h às 23h, conforme a demanda.

Inclusão

Portadores de qualquer tipo de deficiência têm acesso livre aos brinquedos, mas é necessário comprovar carteirinha ou laudo médico. O documento deve ser físico e não digital, além disso, todos os brinquedos possuem acessibilidade, necessitando da companhia apenas do responsável. 

 

 

Por: Amelline de Queiroz

Publicidade



O que achou desta notícia?


Cursos Básicos para Concursos